menu-topo

Coisa #17 que aprendi antes dos 30

15.11.13

Há uns dias, a Lúcia fez 30 anos. Conhecemo-nos aos 9 anos quando entrámos as duas para a mesma turma de 5.º ano. Partilhámos uma secretária (na época ainda se chamava "carteira"), uma mesma rotina e uma intimidade até ao 12.º ano. 
Acabámos por nos tornar adultas, fomos morar para cidades diferentes, fomos em direcções diversas, em carreira e em personalidade, mas ainda mantemos uma amizade profunda. Na véspera do aniversário, levei-a ao ARTIS para bebermos sangria e comermos gambas al ajillo. No meio da noite, ela sacou de uma borracha que trazia na mala, já carcomida pelos anos.
«-Lembras-te? Eu nunca levava borracha para as aulas e estava sempre a pedir a tua emprestada. A gozar, dizias que no meu aniversário me haverias de oferecer uma borracha e, de facto, no dia dos meus anos trouxeste-ma embrulhada num papelinho e deste-ma como presente. Foi há 15 anos.»
Quantas mais pessoas conheço - e quanto mais me apaixono pelos amigos fabulosos que me passam pela vida - percebo que é importante mantermos esta ligação à terra. Ela é das poucas pessoas neste mundo que me conheceu em todas as fases da minha vida e ainda gosta de mim. É importante manter junto de nós aquelas pessoas que nos viram ser crianças. Aquelas pessoas que fazem de uma borracha velha muito mais do que uma simples borracha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis