menu-topo

Coisa #15 que aprendi antes dos 30

15.11.13


Há uma diferença não assim tão ténue entre ser ousado e ser abusado. 
Sou uma moça com alguma lata no geral, mas esforço-me por não pisar o risco, concentrando-me em não resvalar para o "too much". 
Refiro-me a lata, em geral: ao lidar com pessoas, com decisões, com situações e com comportamentos. E esta é uma das grandes lições da minha vida até agora: se não perguntarmos, se não fuçarmos, se não arriscarmos, nunca conseguimos nada. 
Para corroborar este meu lema de vida, há um artigo fabuloso que encontrei há uns anos e que nunca vou esquecer: "The Audacity of Shamelessly Asking". Conta a história que se passou entre o Richard Branson, o patrão da Virgin, e dois estudantes holandeses. Branson foi fazer uma palestra numa universidade da Holanda e dizia que depois seguiria para Washington, no seu jacto privado, para ir assistir à tomada de posse do Obama. Os dois rapazes levantaram-se e perguntam:

« - Mister Branson, we are 2 broke students, can we join you on the plane to DC?»

E ele disse que sim.
Porquê? Porque eles perguntaram.

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis