menu-topo

Garantia expirada

25.1.07
Aproximou-se do balcão com as mãos trémulas. Um pingo de suor atreveu-se a cair-se-lhe pela testa, mas ele, num ápice, limpou-o com as costas da mão. Aí, como por pirraça, os outros poros começaram a libertar pequenas gotinhas de suor e estas combinaram cair todas ao mesmo tempo.
Quem olhasse para este homem com atenção, aperceber-se-ia do óbvio: "Coitado, está a chorar do cabelo. Acontece." Enquanto lutava com as gotas malandras, pousou no balcão com todo o cuidado uma caixa de tamanho pouco maior do que um punho. Tremia. Era o nervoso.
- Boa tarde, senhor. Em que lhe posso ser útil?
- Olá. Vim aqui para pedir que me reparem isto.
- Com certeza. Tem o recibo de compra?
- Hmm...Não, não tenho.
- Então deixe-me verificar aqui no nosso computador o código do produto. Importa-se de abrir a caixa para ver o estado em que se encontra, por favor?
Com toda a reverência e respeito, ele abriu a caixa, tirou de lá dentro o coração despedaçado, abriu um lencinho de seda violeta e pousou-o sobre ele.
- Violeta era a cor preferida dela - murmura.
A funcionária olha-o num misto de compaixão e reprovação:
- Lamento imenso, mas o coração já passou da garantia. Não pode ir para arranjo.
- Não me diga isso, ele está partido mas não foi devido a negligência minha. Quer dizer, eu deixei-o cair uma vez, mas apanhei-o muito rapidamente. Não ficou mal. Hmm, bem, depois houve aquela vez em que fui com ele contra a parede, mas também não aconteceu nada. Parecia-me em bastante bom estado. Mas hoje de manhã, ela saiu e deixou-me o coração neste estado. Não sei o que se passou, mas queria muito arranjá-lo. Sabe, ela é muito importante para mim...
- Pois, meu senhor, eu acredito. Mas estas são as regras da casa e infelizmente não posso fazer muito mais. Esse tipo de material é muito sensível, tem de se ter muito cuidado. Lamento muito.
A funcionária despachou-o e chamou o cliente seguinte.
Ele arrumou novamente o coração despedaçado dentro da caixa, pôs o lenço no bolso e saiu.
E foi fazer o que deveria ser feito, sem mais delongas.

2 comentários:

  1. ...tenho pena desse senhor... :'(

    ResponderEliminar
  2. andas com uns sonhos muito marados ó Rafaela...

    bj

    ResponderEliminar

AddThis